Política

'Direção do PSOL ficou estupefata', diz Hilton Coelho após sigla não conseguir reunião sobre caso Adriano

Para o deputado estadual, a situação acaba reforçando uma cortina de fumaça sobre a morte do miliciano

['Direção do PSOL ficou estupefata', diz Hilton Coelho após sigla não conseguir reunião sobre caso Adriano]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por João Brandão/ Juliana Almirante no dia 24 de Fevereiro de 2020 ⋅ 13:05

Presente na Mudança do Garcia hoje (24), o deputado estadual Hilton Coelho disse, em entrevista à Rádio Metrópole, que a direção do PSOL se surpreendeu ao ter negada uma audiência com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) sobre a morte do miliciano Adriano da Nóbrega.

“A direção do PSOL ficou estupefata com o que aconteceu, porque houve um comprometimento da liderança do governo na tribuna da Alba, garantindo que o presidente nacional seria recebido, então Juliano Medeiros veio para a Bahia com a tranquilidade de que teria informações e essas informações não chegaram”, afirmou.

Para ele, a situação acaba reforçando uma cortina de fumaça sobre a morte do miliciano, que tinha relação com a morte da vereadora Marielle Franco investigada.

“Pelo contrário, reforçou mais cortina de fumaça, à medida que avaliações técnicas sobre o que poderia ter sido esse processo que levou a morte de Adriano não batem com a versão oficial, dada por técnicos do governo. Para nós, a situação de Adriano abre mais um capítulo de incertezas em relação ao governo do presidente Jair Bolsonaro e sua família com esse segmento, especialmente uma peça importante do caso Marielle Franco”, opinou.

Notícias relacionadas

[Maia diz que Bolsonaro não tem coragem de demitir Mandetta ]
Política

Maia diz que Bolsonaro não tem coragem de demitir Mandetta

Por Luciana Freire no dia 03 de Abril de 2020 ⋅ 19:00 em Política

Para o presidente da Câmara uma eventual troca mudaria a política do Ministério da Saúde e significaria que Bolsonaro não acredita no que o ministro está fazendo