Política

Após Moro culpar PM-BA por morte de miliciano, Rui diz: 'Deixa quem entende do crime falar'

Moro, que participava de uma audiência na Câmara dos Deputados, foi questionado sobre por que o nome do ex-policial militar não constava na lista dos mais procurados divulgadas no fim de janeiro pela pasta

[Após Moro culpar PM-BA por morte de miliciano, Rui diz: 'Deixa quem entende do crime falar']
Foto : Manu Dias/GOVBA

Por João Brandão no dia 13 de Fevereiro de 2020 ⋅ 18:00

O governador da Bahia, Rui Costa, evitou comentar hoje (13) sobre as declarações do ministro da Justiça, Sergio Moro, de que a Polícia Militar baiana precisa explicar morte do miliciano Adriano da Nóbrega.

"Não entendo de miliciano, não entendo de nada do mundo do crime. Deixa quem entende está falando", disse Rui.

Moro, que participava de uma audiência na Câmara dos Deputados, foi questionado sobre por que o nome do ex-policial militar não constava na lista dos mais procurados divulgadas no fim de janeiro pela pasta. Ao responder a pergunta, do deputado Paulo Teixeira (PT-SP), o ministro minimizou a questão e responsabilizou a PM da Bahia pelo caso.

“Essa questão da lista é uma questão falsa. Na verdade, não é uma lista de todos os procurados, é uma lista dos mais procurados. E na avaliação técnica que foi feita, essa pessoa específica não entrou. Se vê que sequer foi necessário, porque ela foi encontrada, poucos dias depois, pela polícia da Bahia. E lamentavelmente, as circunstâncias vão ser esclarecidas pela polícia daquele Estado, da Bahia, [ele] acabou sendo vitimado”, disse o ministro.

Notícias relacionadas

[Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro]
Política

Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro

Por Luciana Freire no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 18:00 em Política

Em entrevista à equipe de televisão, no Guarujá, onde passa o carnaval, Bolsonaro afirmou que o texto será entregue após o carnaval

[Bolsonaro anuncia demissão de toda a diretoria do Inmetro]
Política

Bolsonaro anuncia demissão de toda a diretoria do Inmetro

Por Luciana Freire no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 16:00 em Política

“Implodi o Inmetro. Implodi. Mandei todo mundo embora”, afirmou o presidente na porta de um supermercado no Guarujá, onde passa o feriado de carnaval