Esportes

Presidente do Vitória é punido após ameaçar árbitros no Baianão

m áudio distribuído em grupos de WhatsApp, o mandatário reclama da postura dos responsáveis pelo apito em jogo do estadual

[Presidente do Vitória é punido após ameaçar árbitros no Baianão]
Foto : Divulgação/ECV/Maurícia da Matta

Por Matheus Simoni no dia 18 de Fevereiro de 2020 ⋅ 08:05

O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, foi punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia (TJD-BA) com 30 dias de suspensão e uma multa de R$ 15 mil por ameaças a árbitros no Baianão. No mês passado, após o empate em 2 a 2, o dirigente rubro-negro criticou a atuação do árbitro Emerson Ricardo Pereira após o empate em 2 a 2 com a Juazeirense, no Barradão. Em áudio distribuído em grupos de WhatsApp, o mandatário reclama da postura dos responsáveis pelo apito.

"Quero alertar esses árbitros que eles vão ter todas as condições de apitar aqui no Barradão, mas se continuar roubando, as condições vão desaparecer. É bom tomar vergonha na cara", declarou o presidente. Paulo Carneiro foi enquadrado no artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).  A decisão ainda cabe recurso e, com a punição, o mandatário não poderá frequentar áreas reservadas à diretoria rubro-negra nos estádios, inclusive no Barradão. 

Notícias relacionadas