Cidade

Sem cumprir nem metade de carga horária exigida, Faculdade São Salvador quer concluir semestre

Instituição soteropolitana responde por ação na Justiça movida por alunos, que chegaram a enviar ainda denúncia ao Procon

[Sem cumprir nem metade de carga horária exigida, Faculdade São Salvador quer concluir semestre]
Foto : Reprodução/Google Street View

Por Lara Curcino no dia 04 de Julho de 2020 ⋅ 11:23

Alunos matriculados em cursos da faculdade soteropolitana São Salvador acusam a instituição de tentar concluir o semestre sem que tenha sido cumprida sequer metade da carga horária exigida, em meio à pandemia de coronavírus. 

De acordo com informações obtidas pelo Metro1, os estudantes alegam que os poucos professores que aderiram ao ensino online durante a pandemia já não utilizam mais a plataforma devido ao atraso salarial que ocorre desde antes da suspensão das aulas presenciais. Alguns docentes chegaram a passar atividades, mas sem ministrar conteúdo ou enviar correções. Estudantes de Serviço Social e Fisioterapia tiveram apenas um professor que manteve as aulas à distância em cada curso. 

Apesar de atenuado durante pandemia, o problema com a instituição é mais antigo: acontece desde o semestre passado, 2019.2. Uma denúncia já foi enviada ao Procon Bahia, com assinatura de 200 alunos da São Salvador, e ao menos 20 entraram na Justiça. 

Alunos de Serviço Social alegam que a disciplina de estágio não foi realizada porque a faculdade não firmou acerto com o local onde seria posto em prática o componente curricular. Ainda segundo os estudantes que movem a ação, o semestre atual (2020.1), que estava previsto para começar no dia 23 de janeiro, só teve início em março. Já graduandos em Fisioterapia acusam a instituição de deixar que várias disciplinas ficassem sem professor. 

O Metro1 entrou em contato com a Faculdade São Salvador, que não respondeu ainda o fechamento desta matéria.

Notícias relacionadas