Cidade

Secretaria de Saúde rebate Bacelar após fala sobre Hospital Municipal

Parlamentar criticou a gestão de ACM Neto (DEM), o qual chamou de 'péssimo prestador de serviços', e disse que o centro médico é uma 'caixa bonita'

[Secretaria de Saúde rebate Bacelar após fala sobre Hospital Municipal]
Foto : Valter Pontes/Secom/PMS

Por Metro1 no dia 14 de Janeiro de 2020 ⋅ 10:00

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) rebateu as declarações do deputado federal e presidente do Podemos na Bahia, João Carlos Bacelar, sobre o Hospital Municipal de Salvador. Em entrevista ontem (13) à Rádio Metrópole, o parlamentar criticou a gestão de ACM Neto (DEM), o qual chamou de "péssimo prestador de serviços", e disse que o centro médico é uma "caixa bonita".

Segundo a SMS, a fala do deputado não se pauta em fatos e |"não reconhece os benefícios que a unidade representa á comunidade baiana". "Em em menos de dois anos de funcionamento, o Hospital Municipal de Salvador atingiu a marca de 280 mil atendimentos. Desse total, cerca de 15% dos pacientes assistidos foram oriundos da Região Metropolitana e cidades do interior do estado, fato que confirma o impacto do equipamento na ampliação da oferta dos serviços hospitalares aos beneficiários SUS de toda Bahia", afirma a pasta.

Confira a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal da Saúde informa que a declaração do deputado federal Bacelar (Podemos) sobre o primeiro Hospital Municipal de Salvador não é pautada nos fatos e não reconhece os benefícios que a unidade representa á comunidade baiana.

Em em menos de dois anos de funcionamento, o Hospital Municipal de Salvador atingiu a marca de 280 mil atendimentos. Desse total, cerca de 15% dos pacientes assistidos foram oriundos da Região Metropolitana e cidades do interior do estado, fato que confirma o impacto do equipamento na ampliação da oferta dos serviços hospitalares aos beneficiários SUS de toda Bahia.

Somente no setor de exames de média e alta complexidade, o HMS realizou mais de 560 mil procedimentos, além de ultrapassar a marca de 7 mil cirurgias efetuadas. Mais de 150 mil pacientes foram assistidos pelo setor de emergência e a unidade hospitalar foi responsável pelo acolhimento de 17 mil pacientes para internação e 67 mil atendimentos domiciliares.

Vale destacar ainda que o HMS foi reconhecido pelo prêmio Benchmarking Bahia de Saúde pela categoria Prêmio Especial – Expansão ao acesso, premiação que enaltece a ampliação da assistência garantida com a implantação dos 210 leitos da unidade hospitalar. 

Notícias relacionadas