Brasil

'Interpretação de que Forças Armadas são um poder moderador é completamente equivocada', diz Santos Cruz

O general da reserva afirmou que esta é uma "interpretação perigosa, que dá margem para derivações e interpretações por conveniência"

['Interpretação de que Forças Armadas são um poder moderador é completamente equivocada', diz Santos Cruz]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 04 de Junho de 2020 ⋅ 19:15

O general da reserva, Carlos Alberto dos Santos Cruz, exonerado da função de ministro-chefe da Secretaria de governo da Presidência em 2019, afirma que o atual ambiente no país é prejudicial para a imagem das Forças Armadas. As informações são do O Globo.

Santos Cruz considerou recentes declarações do Procurador-Geral da República, Augusto Aras, sobre o suposto "papel moderador" das Forças Armadas em eventuais conflitos entre poderes uma "interpretação perigosa, que dá margem para derivações e interpretações por conveniência".

O general esclareceu que posições de ministros e autoridades que vêm do mundo militar "não representam a posição das Forças Armadas" e admitiu que a grande presença de militares no governo cria confusão. 

"Os comandantes lideram suas forças, com uma postura altamente profissional. Os [militares] que trabalham no governo têm posições pessoais, não institucionais", disse Santos Cruz.

Notícias relacionadas