Brasil

Datafolha: 76% dos brasileiros defendem que as pessoas fiquem em casa

Pesquisa ainda aponta que 65% dos entrevistados acham que o comércio não essencial deveria continuar fechado e 87% querem que as aulas sigam suspensas

[Datafolha: 76% dos brasileiros defendem que as pessoas fiquem em casa]
Foto : Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 06 de Abril de 2020 ⋅ 08:12

A maioria dos brasileiros é favorável ao isolamento social nos moldes atuais para combater o coronavírus, ao contrário do que tem defendido o presidente Jair Bolsonaro. Segundo pesquisa Datafolha divulgada hoje (6), 76% dos entrevistados defendem que as pessoas fiquem em casa para impedir que o vírus se espalhe, mesmo que isso signifique prejudicar a economia e causar desemprego.

Apenas 18% dos entrevistados têm a visão contrária, de que é mais importante acabar com o isolamento para estimular a economia.

O apoio à permanência em casa é maior no Nordeste, onde a popularidade de Bolsonaro é menor.  São 81% os favoráveis na região, governada em sua maioria por políticos de esquerda. Já no Sul, reduto do presidente, 70% defendem que as pessoas não saiam de casa para trabalhar, menor índice entre as regiões do país.

Na mesma linha, 65% dos entrevistados acham que o comércio não essencial deve permanecer fechado, enquanto 87% dizem que as aulas devem continuar suspensas.

Os entrevistados também não parecem muito confiantes de que as restrições serão levantadas logo. Em média, eles acreditam que o isolamento social vai durar mais 29 dias. Mas eles avaliam que o ideal é que a situação atual se mantenha por um período até um pouco maior, de 32 dias em média.

A pesquisa ouviu 1.511 pessoas entre os dias 1° e 3 de abril, por telefone. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Notícias relacionadas