Bahia

Justiça suspende liminar que proibia Embasa de suspender abastecimento

Empresa alegou que iria precisar gastar R$ 55 milhões para executar medida

[Justiça suspende liminar que proibia Embasa de suspender abastecimento]
Foto : Divulgação/ Cesan

Por Juliana Almirante no dia 06 de Abril de 2020 ⋅ 10:40

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Lourival Almeida Trindade, decidiu suspender a liminar que obrigava a Embasa a se abster de interromper o abastecimento de água à população baiana por 90 dias.

A Embasa alegou, em nota técnica, que o cumprimento da decisão judicial iria implicaria no restabelecimento de 754.125 ligações, sendo que 266.587 destas estão sem hidrômetro, instrumento necessário à medição do volume utilizado pelo usuário.

A empresa ainda sustentou que a execução da liminar iria provocar o custo de R$ 55 milhões, além da mobilização diária de 13.850 servidores. 

A Embasa ainda destaca o cenário econômico alarmante diante da diminuição de arrecadação em razão da crise do coronavírus e que o cumprimento da decisão anterior pode ocasionar grave crise de abastecimento, em todo o território estadual.

Notícias relacionadas

[Polícia encerra ‘Pandemia Fest’ em Lauro de Freitas ]
Bahia

Polícia encerra ‘Pandemia Fest’ em Lauro de Freitas 

Por Alexandre Galvão no dia 03 de Junho de 2020 ⋅ 08:40 em Bahia

Na casa alugada, no bairro Vilas do Atlântico, na Rua de Tramandaí, 22 homens e 17 mulheres, moradores do Subúrbio Ferroviário de Salvador, festejavam com som alto