Bahia

Justiça decreta prisão de falso dentista de Itabuna

Paulo Henrico Almeida é suspeito de lesão corporal

[Justiça decreta prisão de falso dentista de Itabuna]
Foto : Divulgação

Por Luciana Freire no dia 13 de Fevereiro de 2020 ⋅ 21:00

O falso dentista Paulo Henrico Almeida, suspeito de atuar ilegalmente na região de Itabuna e Vitória da Conquista, foi preso na tarde de hoje (13). Paulo é investigado pelo crime de lesão corporal, e nessa tarde foi marcada a primeira audiência na justiça sobre o caso, ele compareceu e se entregou.

O presidente do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA), Marcel Lautenschlager Arriaga, comentou em entrevista à Rádio Metrópole, o caso do falso médico. Segundo ele o universitário ocasionou diversos transtornos e realizou procedimentos invasivos. “Enrico é um ilegal. Está mais estelionatário. Inclusive, deu golpes em pacientes. […] Por isso, a polícia tratou esse indivíduo como bandido, estelionatário. Não só a questão ética do Conselho”, avaliou.

Paulo Henrico é suspeito de causar lesões e mutilações em ao menos 15 pessoas atendidas por ele em clínicas localizadas em cidades baianas. Uma das vítimas do falso dentista denunciou que teve nove dentes extraídos de uma só vez durante uma consulta. Outra vítima relatou que teve uma infecção grave depois colocar implantes com o falso profissional.

Além da acusação de agressão e exercício ilegal da profissão, Paulo Henrico é investigado por estelionato.

Notícias relacionadas